Sufocado

Sigam o mestre!

Estamos vivendo sufocados. Um sufoco sem fim. É como se estivéssemos com uma multidão atrás de nós, e na nossa frente tivesse um muro largo e alto. O mundo conspira para que eu e você iremos para o mesmo lugar.

Em todo lugar, você conversa com alguém que pergunta: “Você já foi ao Qualquer Lugar (nome fictício :P)?”. Se a resposta for não, vem logo a réplica: “Como assim? Todo mundo vai lá!” Bem, primeiramente, essa pessoa deveria escolher melhor as palavras. Se eu não fui não é todo mundo que vai lá. Segundo, por que o espanto? Ninguém tem que ir ou conhecer algo, alguém ou algum lugar porque “quase” todo mundo conhece. Pena que não é assim.

A partir daí, começam uma sessão de pré-julgamentos. “Ele deve ser chato, ranzinza e pobre, porque nunca foi ao Qualquer Lugar…” É assim mesmo, não há como discutir. Você é julgado por tudo que você faz com proporções muito maiores do que elas realmente têm. Se não seguir o padrão, você com certeza será chamado de esquisito ou, delicadamente falando, “diferente”. E começa a pressão e o sufoco para você se alinhar aos legais, que não são necessariamente legais para você. É como se uma manada corresse atrás de você gritando: “Siga o modelo! Siga o modelo!”. Este modelo que não tem nada a ver com felicidade.

Siga o seu modelo. Siga os seus instintos. Seja você. Não seja a próxima máquina a ter em seu corpo o sistema “Robot” e ter que ir ao Qualquer Lugar. Dizem que o café de lá é ruim🙂 …

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: