Glee: história batida, sem deixar de ser bom

Glee é a nova sensação jovem dos Estados Unidos. Pode se considerar uma versão menos fantasiosa do High School Musical, onde tudo é mil maravilhas. A história se passa em uma escola com os famosos grupinhos, como não poderia ser diferente. Os personagens são clássicos: o galãzinho do time de futebol, a garota negra cheia de personalidade, a japonesa tímida… Uma garota excluída que se acha a cereja do bolo, um gay e um cadeirante é o que muda a história e leva a desfechos diferentes dos clássicos. Os dilemas que sofrem esses esteriótipos de adolescentes americanos trazem histórias de superação, tudo isso envolvido a músicas conhecidas internacionalmente. Álias, esta é a história principal. Um professor resolve retomar os trabalhos do clube de música de um colégio e sofre pressões das outras áreas de destaque, como as líderes de torcida e o time de futebol. Além disso, seu casamento está em crise e ainda tem uma funcionária apaixonada por este professor com mania de limpeza. Todos os componentes de uma história clássica, mas que envolve. As histórias clássicas ainda estão na moda, vide Caras e Bocas, novela que vem fazendo sucesso na TV Globo. Vale a pena assistir Glee, transmitido originalmente pela FOX e disponível na internet, só jogar no Google…

Encerro por aqui!

Comments
One Response to “Glee: história batida, sem deixar de ser bom”
  1. iago disse:

    euuu amoo voces eu vejo toda hora e gravo pra ver denovo vai ter mais umatempoorada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: